sábado, 21 de março de 2009

Uma nova guerra!

Minha papoula sagrada
dilatou minhas pupilas
para uma outra realidade
O chão não é o limite
para quem nasceu dele
A alegria sempre acaba
e a tristeza ri e goza
sua soberania
Os seus dentes amarelos me assustam
Os olhos longínquos
anunciam o ínicio de uma nova guerra
Todos estão lutando
mas ninguém vencerá
Os seus dentes amarelos
sorriem para mim.

(16/03/2009)
Postar um comentário