quarta-feira, 18 de agosto de 2010

Sozinha

É ruim ser sozinha
Quase chega a ser triste,
Estou sozinha
Porém, estou livre
Posso te amar hoje
E amanhã nem saber de nós
É ruim ser sozinha
Querer aquele abraço na hora sozinha
Não tem de onde vir
Não tem onde buscar
sua mãos, seus afagos
E como sofro a esperar!
Mas logo outro dia vem
e com ele a possibilidade de te alcançar
Lembro dos seus olhos a sorrir
Indecentemente para mim
Suas mãos encontram meu rosto
Minha boca encontra a sua
desesperadamente entre taças de vinho
E meu corpo espera pelo seu
Nos amamos loucamente
E uma noite pode valer uma vida,
É ruim ser sozinha
Amanhã não sei mais nada de você
Suas mãos estão longe de mim
Outros corpos podem tocar
Outras bocas poderá desejar
Mas ainda estarei aqui...
É ruim ser sozinha
Quase chega a ser triste,
Mas não é não...

Estou sozinha
Mas estou livre
E outra noite vem.

Mariana Lima de Almeida.

17/08/2010.
Postar um comentário