quinta-feira, 21 de maio de 2009

Tempos difíceis.

Tempos difíceis passaram
Dor, perdas e danos
Passaram
Adeus febres, úlceras, fobias
Adeus para sempre!
É o outono da minha vida
O vento varre as folhas secas
E novos brotos de luz já aparecem
sorriem brilhando para mim
Tempos difíceis passaram
Tormentas e tempestades acabaram
O vento acarícia minha pele
E tudo magicamente reaparece
A vida, o sol, minha sorte
Tempos difíceis passaram.

Mariana Lima de Almeida. 21/05/2009.
Postar um comentário