terça-feira, 27 de setembro de 2011

NÃO QUERO A POESIA INTELIGENTE,
CALCULADA E MATEMÁTICA
QUERO A POESIA
QUE DESTRÓI E CONSTRÓI
TODO O CORAÇÃO.

Mariana Lima de Almeida.
Postar um comentário